domingo, 4 de junho de 2017

Consumo de bebidas alcoólicas atinge quase a metade dos universitários da FASP (Afogados da Ingazeira – PE.).

É o que mostra uma recente pesquisa estatística realizada no âmbito do campus da FASP – FACULDADE DO SERTÃO DO PAJEÚ -  DE AFOGADOS DA INGAZEIRA – PERNAMBUCO, pelos alunos do 5º Período do Curso de Matemática.
Num trabalho realizado pela equipe de alunos do professor de Estatística, Luciano Gomes da Silva, onde se faz pesquisas de opinião sobre temas diversos, em oficinas de estudo sobre gráficos estatísticos, visando à aplicação dos conhecimentos da matéria, um dos temas escolhidos por uma das equipes foi  “Qual a bebida alcoólica que você consome com mais frequência? ”, tema bastante relevante que enseja o estudo do alcoolismo entre os estudantes.

A comunidade acadêmica da FASP – FACULDADE DO SERTÃO DO PAJEÚ - de Afogados da Ingazeira – PE., é composta por alunos da região do Sertão do Pajeú, abrangendo cerca de nove (9) cidades além de outras cidades circunvizinhas do Estado da Paraíba. 
A metodologia do trabalho consistiu no seguinte:
1. Determinação da amostra que seria trabalhada – utilizou-se uma amostragem do tipo estratificada, com tamanho de 20% do montante de alunos, estimado em 515 alunos, calculando-se esse percentual em cada período dos quatro cursos existentes – Letras, Matemática, Pedagogia e História;
2. Coleta de dados – trabalho intenso que consistiu na entrevista, in locu, dos alunos da faculdade, perguntando-se a opinião dos mesmos sobre o tema;
3. Crítica e Interpretação dos Dados – trabalho bastante minucioso de contabilização dos resultados;
4. Exposição do Trabalho – consiste em confecção de cartazes com gráficos estatísticos, expressando os resultados concluídos.
Evidenciamos o êxito dos trabalhos, onde houve a maciça participação dos alunos da instituição de ensino superior – universo objeto da pesquisa – e o empenho e envolvimento dos alunos do grupo de trabalho (5º Período de Matemática da FASP), mostrando um trabalho sério, científico e muito profissional;
 A pesquisa estatística mostrou os seguintes resultados:
1. CONSOMEM BEBIDAS ALCOÓLICAS: 42,5%
2. NÃO CONSOMEM BEBIDAS ALCOÓLICAS: 57,5%
Dentre os que consomem bebidas alcoólicas, destacam-se as preferências dos alunos:

  • Cerveja – 62,5%
  • Cachaça – 15,5%
  • Destilados (whisky) – 8,8%
  • Vodka – 6,6%
  • Outras – 6,6%

Dentre os quatro cursos da instituição, a pesquisa constatou que os estudantes de Pedagogia representa a parcela que mais consome bebidas alcoólicas, superando os alunos de Matemática, História e Letras.
O presente trabalho reflete o alto percentual de alunos da instituição que consomem bebidas alcoólicas (quase a metade), um fato que pode ensejar outros estudos que possam  apurar as possíveis causas e sugerir encaminhamentos de redução desse hábito por parte da saúde pública.
Salientamos ainda que os resultados refletem estatisticamente o pensamento da comunidade acadêmica.
 Esse trabalho foi realizado pelo grupo dos seguintes alunos:
Adriana Nunes
Ludimila Lucena
Maria Cláudia
Maria Jaiane
João Reinaldo


A seguir, as fotos dos trabalhos:






























Preferência televisiva é avaliada por alunos da FASP – Faculdade do Sertão do Pajeú – Afogados da Ingazeira – PE.

Numa recente pesquisa realizada no âmbito do campus da FASP – FACULDADE DO SERTÃO DO PAJEÚ - DE AFOGADOS DA INGAZEIRA – PERNAMBUCO, pelos alunos do 5º Período do Curso de Matemática de 2017, a preferência por programas de televisão aberta foi avaliada.
Num trabalho realizado pela equipe de alunos do professor de Estatística, Luciano Gomes da Silva, onde se faz pesquisas de opinião sobre temas diversos, em oficinas de estudo sobre gráficos estatísticos, visando à aplicação dos conhecimentos da matéria, um dos temas escolhidos por uma das equipes foi “O QUE VOCÊ COSTUMA ASSISTIR COM MAIS FREQUÊNCIA NO TEMPO LIVRE?”
Esse trabalho tentou mostrar o que anda assistindo a comunidade acadêmica da referida instituição.

A comunidade acadêmica da FASP – FACULDADE DO SERTÃO DO PAJEÚ – de AFOGADOS DA INGAZEIRA – PERNAMBUCO é composta por alunos da região do Sertão do Pajeú, abrangendo cerca de nove (9) cidades além de outras circunvizinhas do Estado da Paraíba. 
A metodologia do trabalho consistiu no seguinte:
1. Determinação da amostra que seria trabalhada – utilizou-se uma amostragem do tipo estratificada, com tamanho de 20% do universo de alunos, composto por 515 alunos, calculando-se esse percentual em cada período dos quatro cursos existentes – Letras, Matemática, Pedagogia e História;
2. Coleta de dados – trabalho intenso que consistiu na entrevista, in locu, dos alunos da faculdade, perguntando-se a opinião dos mesmos sobre o tema;
3. Crítica e Interpretação dos Dados – trabalho bastante minucioso de contabilização dos resultados;
4. Exposição do Trabalho – consiste em confecção de cartazes com gráficos estatísticos, expressando os resultados concluídos.
Verificamos que o trabalho foi exitoso, onde constatamos a maciça participação dos alunos da instituição de ensino superior – universo objeto da pesquisa – e o empenho e envolvimento dos alunos do grupo de trabalho (5º Período de Matemática da FASP), mostrando um trabalho sério, científico e muito profissional;
 A pesquisa estatística mostrou os seguintes resultados:
1. FILMES: 29,6%
2. SÉRIES: 28,6%
3. PROGRAMAS DE AUDITÓRIO: 1,9%
4. NOVELAS: 25,5%
5. TELEJORNAIS: 10,6%
6. ESPORTES: 3,8%
Conforme os números mostram, verificamos que pouco mais de 10% dos universitários da FASP assistem a telejornais, superado pela preferência por novelas (25,5%), filmes (29,6%) e séries (28,6%).
A reflexão que se faz é que certamente os universitários devem estar buscando outras ferramentas de comunicação para se informarem dos diversos assuntos da vida nacional.
Salientamos que os resultados da pesquisa refletem estatisticamente o pensamento da comunidade acadêmica.
 Esse trabalho foi realizado pelo grupo dos seguintes alunos:
Alexandre Correia
Everton Alves
Hégila Taíse
Horácio Ricardo
Kannanda Santos
Pedro Diniz
A seguir, as fotos dos trabalhos:





























Alunos da FASP – Faculdade do Sertão do Pajeú – Afogados da Ingazeira – PE. avaliam a gestão administrativa da instituição.

Numa recente pesquisa realizada no âmbito do campus da FASP – FACULDADE DO SERTÃO DO PAJEÚ - DE AFOGADOS DA INGAZEIRA – PERNAMBUCO, pelos alunos do 5º Período do Curso de Matemática de 2017, a gestão administrativa da instituição foi avaliada pelos próprios alunos.
Em trabalho realizado pela equipe de alunos do professor de Estatística, Luciano Gomes da Silva, onde se faz pesquisas de opinião sobre temas diversos, em oficinas de estudo sobre gráficos estatísticos, visando à aplicação dos conhecimentos da matéria, um dos temas escolhidos por uma das equipes foi “EM UM CONTEXTO GERAL, COMO VOCÊ AVALIA A GESTÃO ADMINISTRATIVA DA FASP?”
Esse trabalho é importante na medida em que tenta mostrar qualidades e falhas na condução da gestão administrativa da FASP.
A comunidade acadêmica da FAFOPAI – FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE AFOGADOS DA INGAZEIRA – PERNAMBUCO, é composta por alunos da região do Sertão do Pajeú, abrangendo cerca de nove (9) cidades além de outras circunvizinhas do Estado da Paraíba. 
A metodologia do trabalho consistiu no seguinte:
1. Determinação da amostra que seria trabalhada – utilizou-se uma amostragem do tipo estratificada, com tamanho de 20% do universo de alunos, composto por 515 alunos, calculando-se esse percentual em cada período dos quatro cursos existentes – Letras, Matemática, Pedagogia e História;
2. Coleta de dados – trabalho intenso que consistiu na entrevista, in locu, dos alunos da faculdade, perguntando-se a opinião dos mesmos sobre o tema;
3. Crítica e Interpretação dos Dados – trabalho bastante minucioso de contabilização dos resultados;
4. Exposição do Trabalho – consiste em confecção de cartazes com gráficos estatísticos, expressando os resultados concluídos.
Verificamos que o trabalho foi coberto de êxito, onde constatamos a maciça participação dos alunos da instituição de ensino superior – universo objeto da pesquisa – e o empenho e envolvimento dos alunos do grupo de trabalho (5º Período de Matemática da FASP), mostrando um trabalho sério, científico e muito profissional;
 A pesquisa estatística mostrou os seguintes resultados:
1. ÓTIMO: 4,72%
2. BOM: 32,07%
3. REGULAR: 55,66%
4. RUIM: 4,72%
5. PÉSSIMO: 2,83%
Considerando  o atributo REGULAR como “neutro”, os números mostram que 36,79% dos alunos da FASP avaliam como POSITIVA a gestão administrativa; e 7,55% avaliam como NEGATIVA.
Por outro lado, o estrato da pesquisa por curso, constante nos gráficos, mostra que a gestão da instituição foi melhor avaliada pelos alunos do curso de Letras, enquanto que os alunos de História avaliaram como “NEGATIVA” a gestão da FASP.
Com base nos números, vale refletir que se torna necessária uma melhora da eficiência na gestão administrativa da autarquia.
Salientamos, ainda, que os resultados da pesquisa refletem estatisticamente o pensamento da comunidade acadêmica.
 Esse trabalho foi realizado pelo grupo dos seguintes alunos:
Alan Gustavo
Camila Leite
Lucicleide Gomes
Maria Eduarda Xavier
Roniclécio Gomes
Tiago Nicácio
A seguir, as fotos dos trabalhos:







Alunos da FASP – Faculdade do Sertão do Pajeú – Afogados da Ingazeira – PE. avaliam a metodologia dos professores.

Numa recente pesquisa realizada no âmbito do campus da FASP – FACULDADE DO SERTÃO DO PAJEÚ - DE AFOGADOS DA INGAZEIRA – PERNAMBUCO, pelos alunos do 5º Período do Curso de Matemática de 2017, a metodologia do corpo docente foi avaliada.
Num trabalho realizado pela equipe de alunos do professor de Estatística, Luciano Gomes da Silva, onde se faz pesquisas de opinião sobre temas diversos, em oficinas de estudo sobre gráficos estatísticos, visando à aplicação dos conhecimentos da matéria, um dos temas escolhidos por uma das equipes foi “COMO VOCÊ AVALIA A METODOLOGIA DOS PROFESSORES DA INSTIUIÇÃO?”, os alunos, num trabalho inverso, resolveram avaliar a metodologia de seus docentes.
Esse trabalho é importante na medida em que mostra qualidades e falhas na condução dos trabalhos pedagógicos dos professores da FASP.
A comunidade acadêmica da FAFOPAI – FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE AFOGADOS DA INGAZEIRA – PERNAMBUCO, é composta por alunos da região do Sertão do Pajeú, abrangendo cerca de nove (9) cidades além de outras circunvizinhas do Estado da Paraíba. 
A metodologia do trabalho consistiu no seguinte:
1. Determinação da amostra que seria trabalhada – utilizou-se uma amostragem do tipo estratificada, com tamanho de 20% do universo de alunos, composto por 515 alunos, calculando-se esse percentual em cada período dos quatro cursos existentes – Letras, Matemática, Pedagogia e História;
2. Coleta de dados – trabalho intenso que consistiu na entrevista, in locu, dos alunos da faculdade, perguntando-se a opinião dos mesmos sobre o tema;
3. Crítica e Interpretação dos Dados – trabalho bastante minucioso de contabilização dos resultados;
4. Exposição do Trabalho – consiste em confecção de cartazes com gráficos estatísticos, expressando os resultados concluídos.
Verificamos que o trabalho foi exitoso, onde constatamos a maciça participação dos alunos da instituição de ensino superior – universo objeto da pesquisa – e o empenho e envolvimento dos alunos do grupo de trabalho (5º Período de Matemática da FASP), mostrando um trabalho sério, científico e muito profissional;
 A pesquisa estatística mostrou os seguintes resultados:
1. ÓTIMO: 3,8%
2. BOM: 30,1%
3. REGULAR: 52,2%
4. RUIM: 13,2%
Considerando o atributo REGULAR como “neutro”, os números mostram que 33,9% dos alunos da FASP avaliam como POSITIVA a metodologia dos professores; e 13,2% avaliam como NEGATIVA.
Por outro lado, o estrato da pesquisa por curso, constante nos gráficos, mostra que os professores do curso de História foram melhor avaliados pelos alunos frente aos professores dos demais cursos. Em segundo lugar, os professores de Pedagogia tiveram uma avaliação positiva.
Com base nos números, vale refletir que se torna necessário uma melhora na qualidade da metodologia adotada pelos professores para que a eficiência seja alcançada.
Salientamos que os resultados da pesquisa refletem estatisticamente o pensamento da comunidade acadêmica.
 Esse trabalho foi realizado pelo grupo dos seguintes alunos:

Aline Rayanne
Andressa Jaqueline
Carla Cheila
Fernanda Gomes
José Pedro
Rômulo Lopes

 A seguir, as fotos dos trabalhos:

















“WhatsApp” é a rede social da preferência dos alunos da FASP – Faculdade do Sertão do Pajeú – Afogados da Ingazeira – PE.

Numa recente pesquisa realizada no âmbito do campus da FASP – FACULDADE DO SERTÃO DO PAJEÚ - DE AFOGADOS DA INGAZEIRA – PERNAMBUCO, pelos alunos do 5º Período do Curso de Matemática de 2017, o watsapp é o canal de relacionamento da esmagadora maioria dos alunos da instituição.
Num trabalho realizado pela equipe de alunos do professor de Estatística, Luciano Gomes da Silva, onde se faz pesquisas de opinião sobre temas diversos, em oficinas de estudo sobre gráficos estatísticos, visando à aplicação dos conhecimentos da matéria, um dos temas escolhidos por uma das equipes foi “QUAIS DAS REDES SOCIAIS VOCÊ UTILIZA COM MAIS FREQUÊNCIA?”.
Num mundo globalizado, onde as tecnologias da informação e das comunicações aproximam as pessoas, as redes sociais se comportam como um canal de comunicação, informação e entretenimento, fazendo com que as relações pessoais, num processo de compartilhamento de notícias e de bate-papo on line sejam cada vez mais agilizadas.
A comunidade acadêmica da FAFOPAI – FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE AFOGADOS DA INGAZEIRA – PERNAMBUCO, é composta por alunos da região do Sertão do Pajeú, abrangendo cerca de nove (9) cidades além de outras circunvizinhas do Estado da Paraíba. 
A metodologia do trabalho consistiu no seguinte:
1. Determinação da amostra que seria trabalhada – utilizou-se uma amostragem do tipo estratificada, com tamanho de 20% do universo de alunos, composto por 515 alunos, calculando-se esse percentual em cada período dos quatro cursos existentes – Letras, Matemática, Pedagogia e História;
2. Coleta de dados – trabalho intenso que consistiu na entrevista, in locu, dos alunos da faculdade, perguntando-se a opinião dos mesmos sobre o tema;
3. Crítica e Interpretação dos Dados – trabalho bastante minucioso de contabilização dos resultados;
4. Exposição do Trabalho – consiste em confecção de cartazes com gráficos estatísticos, expressando os resultados concluídos.
Verificamos que o trabalho foi exitoso, onde constatamos a maciça participação dos alunos da instituição de ensino superior – universo objeto da pesquisa – e o empenho e envolvimento dos alunos do grupo de trabalho (5º Período de Matemática da FASP), mostrando um trabalho sério, científico e muito profissional;
 A pesquisa estatística mostrou os seguintes resultados:
1. What’s App: 70,7%
2. Facebook: 13,2%
3. Instagram: 13,2%
4. Outros: 2,9%
Por outro lado, o estrato da pesquisa por curso, constante nos gráficos, mostra que a maior preferência pelo o whatsapp ficou com os alunos de Pedagogia, com 86,9%, seguido pelos alunos de Matemática, com 73,9% que preferem esse canal de relacionamento.
Com base nos números, vale refletir que essas redes de relacionamento invadiram o cotidiano das pessoas, mostrando novas formas de comunicação.
Salientamos que os resultados da pesquisa refletem estatisticamente o pensamento da comunidade acadêmica.
 Esse trabalho foi realizado pelo grupo dos seguintes alunos:
Alex Soares
Aslane Thaíse
Elaine Panta
Luiz Gonzaga
Maria Cynthia
Maria Laiane

A seguir, as fotos dos trabalhos:























“LULA” tem a preferência esmagadora dos alunos da FASP - Faculdade do Sertão do Pajeú – Afogados da Ingazeira – PE.,para as eleições presidenciais de 2018.

É o que mostra uma recente pesquisa realizada no âmbito do campus da FASP – FACULDADE DO SERTÃO DO PAJEÚ - DE AFOGADOS DA INGAZEIRA – PERNAMBUCO, pelos alunos do 5º Período do Curso de Matemática de 2017.
Num trabalho realizado pela equipe de alunos do professor de Estatística, Luciano Gomes da Silva, onde se faz pesquisas de opinião sobre temas diversos, em oficinas de estudo sobre gráficos estatísticos, visando à aplicação dos conhecimentos da matéria, um dos temas escolhidos por uma das equipes foi “QUAL A SUA OPÇÃO DE VOTO PARA PRESIDENTE DA REPÚBLICA EM 2018?”.
Pelos dados da pesquisa, para os universitários da FASP, LULA seria eleito pela terceira vez para o Palácio do Planalto já no primeiro turno das eleições de 2018, com 67% dos votos. Como a pesquisa não estimou para os dois turnos, subtende-se que a preferência dos universitários seria para o 1º turmo.
Vale ressaltar que a pesquisa foi feita no formato “declaração espontânea”, ou seja, não foram mostrados nomes de possíveis candidatos.
Na segunda posição, aparece o nome de Jair Bolsonaro, com apenas 16%, números impossíveis de alcançar um segundo turno.
No entanto, o percentual dos indecisos, no campus da FASP é muito alto, com índices de 15%, seguido de 2% para eleitores que declaram votar em Branco.
Apesar de ainda ser cedo, os números da comunidade acadêmica da FASP demonstram que LULA tem uma grande aceitação na faixa de eleitores com grau de instrução superior, contrariando opiniões de que LULA só tem votos no eleitorado analfabeto.
A pesquisa mostra que a briga começou; agora, é só esperar para ver se os números coincidirão com os resultados das urnas para o montante do eleitorado brasileiro.
A comunidade acadêmica da FAFOPAI – FACULDADE DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE AFOGADOS DA INGAZEIRA – PERNAMBUCO, é composta por alunos da região do Sertão do Pajeú, abrangendo cerca de nove (9) cidades além de outras circunvizinhas do Estado da Paraíba. 
A metodologia do trabalho consistiu no seguinte:
1. Determinação da amostra que seria trabalhada – utilizou-se uma amostragem do tipo estratificada, com tamanho de 20% do universo de alunos, composto por 515 alunos, calculando-se esse percentual em cada período dos quatro cursos existentes – Letras, Matemática, Pedagogia e História;
2. Coleta de dados – trabalho intenso que consistiu na entrevista, in locu, dos alunos da faculdade, perguntando-se a opinião dos mesmos sobre o tema;
3. Crítica e Interpretação dos Dados – trabalho bastante minucioso de contabilização dos resultados;
4. Exposição do Trabalho – consiste em confecção de cartazes com gráficos estatísticos, expressando os resultados concluídos.
Verificamos que o trabalho foi exitoso, onde constatamos a maciça participação dos alunos da instituição de ensino superior – universo objeto da pesquisa – e o empenho e envolvimento dos alunos do grupo de trabalho (5º Período de Matemática da FASP), mostrando um trabalho sério, científico e muito profissional;
 A pesquisa estatística mostrou os seguintes resultados:
1. LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA (LULA): 67 %
2. JAIR BOLSONARO: 16 %
3. INDECISOS: 15 %
4. EM BRANCO: 2 %
Por outro lado, o estrato da pesquisa por curso, constante nos gráficos, mostra que a maior preferência pelo candidato LULA está entre os alunos do Curso de Matemática, com quase 70% da preferência, seguido pelos alunos de Pedagogia.
Ressalte-se ainda que LULA lidera a preferência em todos os Cursos da instituição, superando a casa dos 60%.
Salientamos que os resultados da pesquisa refletem estatisticamente o pensamento da comunidade acadêmica.
Esse trabalho foi realizado pelo grupo dos seguintes alunos:
Diogo Natan
José Samuel Gomes
Mônica Souto
Pedro Jean Genésio
Victor

A seguir, as fotos dos trabalhos:





























sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

NABOR ENCERRA VACINAÇÃO CONTRA AFTOSA NO SERTÃO DO PAJEÚ

Encerrando a 2ª Etapa de 2016 da Campanha de Vacinação contra Febre Aftosa no Estado de Pernambuco, atuando no Sertão do Pajeú, e contando com a participação voluntária dos alunos do Curso de Técnico em Agropecuária da Escola Técnica Estadual Profº Arlindo Ferreira dos Santos, da cidade de Sertânia – PE., o técnico em vacinação Severino Siqueira dos Santos - muito conhecido por NABOR – novamente faz a diferença num brilhante trabalho que tem feito em outras oportunidades na vacinação de bovinos. Ele faz parte do quadro de funcionários da ADAGRO - Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco, lotado agora na ULSAV - Unidade Local de Sanidade Animal e Vegetal de Tabira.

Como acontece todos os anos, NABOR realiza uma imensa mobilização dos criadores da região, representados pelas associações, sindicatos e conselhos rurais, para vacinarem seus rebanhos bovinos contra a Febre Aftosa.

E nesta 2ª Etapa de 2016, realizada no último mês de Novembro, ele, mais uma vez, renovou a parceria informal com a Escola Técnica Estadual de Sertânia - PE., onde na oportunidade convida, como voluntários, estudantes do curso de Técnico em Agropecuária para atuarem juntamente com ele e com os criadores nos trabalhos de campo. 

A parceria beneficia duplamente as partes envolvidas, quando, de um lado, Nabor e os criadores contam com o envolvimento dos meninos nas atividades e por sua vez os estudantes realizam o trabalho como uma espécie de estágio (aula prática) para enriquecer seus currículos profissionais.

Este trabalho faz parte do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa em todo território brasileiro, onde Pernambuco já possui a classificação de Estado Livre de Aftosa com vacinação, igualando-se aos demais Estados da Federação, com exceção de Santa Catarina, que é classificado como Área Livre de Aftosa sem vacinação.

Dessa vez, Nabor contou pela primeira vez com a participação voluntária da PEDAGOGA e estudante do curso de Engenharia Civil, GABRIELA SANTOS, da cidade de Monteiro – PB.

Essa iniciativa de Nabor é muito importante na medida em que ele dá uma grande contribuição ao desenvolvimento do ensino da Agropecuária nas Escolas Técnicas Estaduais.

A campanha se realiza em duas etapas: Maio e Novembro. 

Apesar de Pernambuco ter conseguido o status de Área Livre de Febre Aftosa, é necessário continuar protegendo os animais da doença, razão pela qual ainda é obrigatória a vacinação de todo o rebanho bovino e bubalino do Estado.

A Regional de Sertânia da ADAGRO alcançou uma cobertura vacinal na ordem de 96,45% do rebanho existente na região da sua jurisdição, com um montante de 128.712 cabeças de bovinos imunizados contra o vírus da aftosa, onde a participação de NABOR foi de fundamental importância.

Como o dia 15 deste mês de Dezembro de 2016 foi o último dia para o criador fazer a declaração de vacinação do seu rebanho junto à ADAGRO, ainda não se tem o resultado oficial de todo o Estado de Pernambuco. A ADAGRO deverá informar para a imprensa o total de animais vacinados posteriormente.

Após esse período, só se vacina mediante autorização expressa por Médicos Veterinários  e com acompanhamento dos mesmos (conhecida como "vacinação assistida"), mediante pagamento de multas.
Vejamos, agora, o registro fotográfico dos trabalhos de Severino Siqueira dos Santos (NABOR). 






















GABRIELA SANTOS